caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Paiceiro Célio - Muitas Saudades

Meu grande Paiceiro de pesca já não pesca mais por aqui.

Após 5 meses sem pescar e com uma doença sem diagnóstico, faleceu nesta madrugada um dos homens mais completos que conheci, um grande amigo, que permitiu a mim e minha família o convívio com ele e sua família.

Célio sempre esteve muito acima das coisas mesquinhas humanas, como ódio, raiva, inveja e ganhou minha admiração. Formávamos uma equipe de pesca e nunca liguei para o fato dele não ir às etapas que obrigariam a dormir fora casa, pois não dormia sem a companhia de sua mulher, Sônia. A primeira vez que isto aconteceu foi quando do seu internamento no dia 13 último.

Também nesses meses descobri que apesar de sempre eu convidá-lo para pescar, indo pegá-lo, em casa, na verdade era ele que me levava para pescar, pois desde que começou sua doença pesquei pouquíssimas vezes, quase sempre em campeonatos, deixei também de postar no blog, que por sinal amanhã completa um ano de "vida". Nem um trabalho excessivo me fazia procurar a pesca como válvula de escape, pois estou muito desmotivado.

Agora, ficarão a saudade e o imenso orgulho de ter participado, mesmo por pouco tempo, da vida de um pescador e de um homem muito melhor e muito acima dos demais.

6 comentários:

  1. Meus sentimentos,amigo. Transmita meu pesar aos familiares. Um dia pescaremos todos juntos.

    ResponderExcluir
  2. Caro Amigo Milton,
    quero expressar o meu profundo pesar pelo falecimento do Célio.
    Tive o prazer de conhecê-lo, pescar e conversar durante as viagens para o litoral com o pescador que encatava pela sua vitalidade e simpatia.
    Que Deus conforte os familiares e amigos que sentirão muita falta.
    Força nessa hora.

    ResponderExcluir
  3. Disseram-me uma vez que "saudade é a presença do ausente". Sendo assim, toda vez que sentimos saudade de alguém, é porque ele está presente dentro de nós.

    ResponderExcluir
  4. Amigo Álvaro, obrigado. A exemplo do Célio, a família dele também é fora de série.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado, companheiro. Durante o funeral compareceram vários pescadores, mostrando a família do Célio o quanto ele era querido.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, amigo. Célio será uma presença constante nas pescarias, nas suas esperas de alumínio e PVC seus rotores de cotonetes, na sua relutância em usar anzóis que não fossem de aço inóx e grandes.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.