caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Sonar no Caiaque Caimam - Instalando Fishfinder Garmin Striker 4

João Bosco é um amigo que rema "prá caramba". Em 2015 e 2016 foi o primeiro remador com caiaque sit-on-top a remo a completar a travessia Salvador/Itaparica

O Bosco pediu-me a instalação de um sonar Garmin Striker 4 CV em seu caiaque, mas com a condição que fosse portável para um caiaque Hobie, que pretende adquirir futuramente. Adicionalmente pediu-me um ponto USB a prova dágua para carregar celular, câmara de aventura, lanterna etc.

Já instalei sonar em vários caiaques, no Barracuda, no Lontras, no Hunter, no Outback e no Revo e essa foi a primeira instalação em um Caimam.

Material utilizado:
(clique nos materiais para ver onde pode ser adquirido)
0,25m2 de EVA de 18mm
02 unidades de velcro de prender bateria de aeromodelo
01 prensa cabo PG16
01 tubo de cola de contato de preferencia marca Amazonas
01 rolo de fita isolante auto-fusão, melhor se for fita de silicone
30 cm de arame de solda
01 pote de vaselina Moriá, ou outra de consistência dura
02 conectores automotivos 6.3 mm FASTON de metal inoxidável
01 conversor de 12V para 5 Volts, waterproof, saída USB
01 Sonar Garmin Striker 4 CV completo, na caixa.
01 Bateria 12V 7Ah
02 Arruelas para trilho de acessórios.

Ferramentas
Ferro de soldar
Estiletes com lâmina e de ponta
Esquadro
Règua
Furadeira
Broca de fechadura 22mm
Tesoura
Alicate


Não tomarei tempo com longos relatos pois a fotos falam por sí e colocarei textos explicativos breves, quando possível. Qualquer dúvida pode perguntar na seção de comentários.





Recorte as tiras que comporão a caixa da bateria usando a própria como modelo. A altura da caixa deve ser de 2/3 da altura da bateria.

Repare que a bateria usada na foto está com os bornes protegidos enquanto transporto e manipulo. Uma bateria dessa por causa da portabilidade é um verdadeiro artefato incendiário, basta algum condutor tocar nos bornes e o incêndio está iniciado. Já pensou isso na mala do carro ou dentro do caiaque?


Faça a colagem envolvendo a própria bateria e prenda com fitas. Lembre-se que a cola de contato deve ser espalhado nas duas superfícies e você deve aguardar pelo menos três minutos antes de juntar, sob risco do solvente não evaporar e a colagem demorar horas.







Recorte um trapézio conforme as medidas ao lado em centímetros, essa será a base da caixa de baterias e será colocado na proa do caiaque para uma melhor distribuição de peso. Caso você não vá migrar para um caiaque Hobie, a base da caixa de bateria pode ser retangular e ser colocada dentro do casco, abaixo do assento, ao lado de onde ficará o transducer, como será visto adiante.













Corte a base com o estilete inclinado a aprox. 60 graus, para caber na proa do Caimam. Para a lâmina deslizar melhor, passe pouca vaselina nela.















Dê acabamento com uma lixa ou micro retífica.













Use o transducer como molde para sua "cama".


Marque uma margem de cerca de 2 cm em torno do recorte do transducer. Corte a margem externa verticalmente, a 90 graus e a interna com a inclinação de 45 graus, aproximadamente


Dê acabamento na "cama" do transducer de forma que fique perfeitamente encaixado ou com uma pequena folga. Os vazios serão preenchidos com vaselina.

Não jogue fora a parte interna da cama do transducer pois você a usará proximamente.





Prenda o velcro que irá segurar a bateria nas laterais da caixa da bateria e cole a caixa na base. 






Usando o transducer e o miolo da cama do transducer como medida, fixe também o velcro da "cama" do
transducer.





Hora do medo: furar o caiaque. Use a broca de miolo de fechadura de 22 mm. Se tiver dúvida quando ao local do furo, confira nas fotos abaixo.

Antes de decidir de qual bordo instalaria o sonar, consultei ao João Bosco sobre qual o lado preferido dele para arremesso, já que é basicamente um pescador de arremessos precisos, de pincho.  Ele informou que era o lado direito (estibordo), então o sonar foi instalado no esquerdo.

Se você pesca basicamente no mar, escolha o lado contrário ao preferido para embarque, desembarque e, principalmente, para um reembarque no caiaque após uma "vaca".








Furo feito, não jogue fora as raspas. Coloque em um saco plástico e guarde, pois podem servir para um futuro reparo no caiaque.








Passe os cabos pelo furo e depois pelo prensa-cabo, O conector USB teve que ter seu cabo cortado e emendado novamente.

Use solda para fazer as emendas e a conexão dos cabos com o conector da bateria e depois isole com fita de autofusão. Essa parte é essencial para a durabilidade da sua instalação elétrica, não vacile na soldagem nem emenda pois se mal feitas a água penetra nas emendas e percorre os cabos por capilaridade ocasionando perdas de corrente e falhas no sonar.  









Usando a base da bateria, marque o local onde ficará na proa (ou outro local escolhido se não for migrar para um Hobie) e lixe e limpe os locais antes de aplicar a cola. Espere pelo menos 5 minutos antes de unir as partes. 
















Faça o mesmo com a cama do transducer, colocada a esquerda da escotilha central do caiaque.

A escolha desse local para instalar o transducer deve-se ao fato de ser a primeira parte plana após a proa, pois a superfície inferior do transducer deve ficar paralelo ao nível da água.

Coloque um peso e deixe-o por pelo menos uma hora. Abra todas as escotilhas do caiaque para sair o cheiro do solvente.

Uma hora depois, coloque pelo menos 1 cm de vaselina dentro da cama e coloque o transducer pressionando-o contra o fundo do caiaque.




Retire o excesso da vaselina que saiu quanto você pressionou o transducer e coloque de novo no potinho, serve para uso futuro. Coloque o miolo da cama do transducer que você não jogou fora e aperte o velcro.  








Coloque a bateria na base e conecte o cabo.

Atenção: O conversor de 12V para 5V consome energia mesmo não estando em uso e mesmo o consumo sendo pouco, em alguns dias é suficiente para drenar toda a carga da bateria. Portanto, se não estiver em uso, desconecte a bateria. 







Coloque o sonar e ligue. 
















Teste o conector USB.














Quando não estiver em uso, o display é retirado e os cabos ficarão dentro da bolsa redinha do caiaque. 
 Vista geral da instalação.

video
Agora é testar na água.




segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Pescador Pilot, o alvo do Compass, da Hobie

Muitos foram surpreendidos pelo lançamento do Compass, caiaque dito de "entrada" da Hobie, no fim do verão do Hemisfério Norte e fora de um grande feira, como a Icast.

Em minha percepção, o grande "motor" para esse lançamento temporão e voltado para um segmento de custo mais baixo, de caiaques menos elaborados, que não é bem a cara da Hobie, foi o sucesso do caiaque Pescador Pilot, apresentado no vídeo abaixo.


Lançado no mercado estadunidense no final de 2016, o sucesso do  Pescador Pilot foi imediato pelo o que oferece e pelo preço que custa, cerca de USD 1,700.00, bem abaixo do seu concorrente direto o Native Slayer Propel 12, o qual custa 1,000,00 USD a mais e do concorrente mais distante, o Hobie Outback, que custa cerca de 2,550.00 USD.

Lançando um caiaque mais barato e mais leve que o Outback, a Hobie acredita que dada a qualidade de seu produto, o poder de torque do seu sistema de pedal, e principalmente a valiosa marca "Hobie" conseguirá fazer frente a esse avanço do Pescador 12 e atingir uma parcela de consumidores que não eram alcançados pelos Hobies com Mirage Drive.

Essa disputa de mercado nos USA pode trazer benefício ao pescador brasileiro que pode adquirir um Hobie Mirage por cerca de R2.000,00 reais a menos.

Para conhecer mais detalhes do Perception Pilot Pescador 12, clique AQUI

Para conhecer mais detalhes do Hobie Compass, clique AQUI

Para ver o que escrevemos sobre o Hobie Compass, clique AQUI











quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Mais do Hobie Compass

A revista Kayak Angler (Pescador em Caiaque) publicou uma matéria sobre o novíssimo Compass com novas fotos e vídeo.

A matéria pode ser vista clicando AQUI

Eis algumas das fotos





terça-feira, 29 de agosto de 2017

Hobie Compass - O Preço é uma Ótima Surpresa.

Publicado o preço do Hobie COMPASS para o Brasil e é uma agradável surpresa, Veja em https://www.hobie.com/br/pt/blog/mirage-compass-o-seu-novo-caiaque-hobie,897/
cujo trecho descrevo abaixo (um print).

Pela primeira vez teremos um caiaque estadunidense vendido mais barato no Brasil que nos USA.




segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Lançamento Hobie - Mirage Compass _ O que foi feito para a Hobie ter seu caiaque Mirage de entrada


Com dois centímetros a menos, com a mesma largura máxima e seis quilos mais leve que o seu caiaque sucesso de vendas, o Hobie Outback, a Hobie lança seu caiaque de entrada, o Mirage Compass, para ser vendido ao preço de varejo sugerido de USD $ 1,950.00 para o mercado estadunidense. Aqui no Brasil, seguindo a linha de preços da Hobie Brasil, deve ficar por volta dos 2,050.00 USD.

Informação posterior: a Hobie Brasil informou o seu preço em 29/08/17, que é de R$5.989,00, na loja da Hobie Brasil, em Porto Belo, SC. 

Para alcançar tal diferença em relação ao Hobie Outback, de cerca de USD$ 550.00, a Hobie utiliza a versão V2 do Mirage Drive (sem reversão), que tem um custo de manutenção bem baixo em relação ao MD 180, um assento confortável, mas sem toda a tecnologia do Vantage Seat (sem as principais regulagens, o que o deixou igualzinho aos assentos dos caiaques brasileiros) e o sistema de leme embutido semelhante ao do PA12, com alguma semelhança tamnbém ao encontrado nos caiaques de propulsão a pedal com hélice vendidos no mercado brasileiro, porém retrátil. A rede para objetos do cockpit fui retirada e o ponto de fixação da vela também.
Imagem


O compartimento do castelo de proa foi suprimido e substituído por uma cobertura elástica. A escotilha traseira foi também suprimida, mas foi mantida a predisposição para instalação do sonar. Foram suprimidas também as alças de transporte rígidas centrais e as tampas dos porta varas, mas ganhou um par de trilhos para acessórios no cockpit. O excelente remo da Hobie está mantido para o Compass, é o mesmo remo de todos os caiaques da Hobie.
Imagem

Nesse novo casco do Compass, combinando os que seus diversos caiaques tem de melhor, foram usados partes dos cascos do PA 12 (popa até o assento), do Outback (do assento até o MD) e a proa do Revo 11, o que atende uma queixa antiga dos donos de Outback sobre as "batidas" da proa na água.   Clique AQUI para ver o que á a "batida"

No mercado estadunidense, uma das grandes queixas do consumidor é o preço do caiaque Hobie em relação aos caiaques de propulsão a remo e esse produto mira justamente essa parcela de consumidores. 

Aqui no Brasil, não acredito que essa diferença de cerca de 1900 Reais seja suficiente para alavancar vendas e abrir um novo segmento de consumidor Hobie. Isso só acontecerá se o novo casco do Compass tiver alguma grande virtude em relação ao Outback. Esperemos para ver.

Parabéns a Hobie pelo lançamento.

As imagens a seguir vieram do Fórum da Hobie e foram feitas pelo por um usuário senior certificado pela Hobie e cujo post original e o review feito por ele podem ser vistos clicando aqui.

Image

Image

Image

Image

.
 



Para mais detalhes veja o site da Hobie Brasil www.hobie.com.br

https://www.mariner-sails.com/hobie-new-2018-mirage-compass.html

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Muitas Capturas - Rio Pojuca, ITACIMIRIM- 19_08_17

Se disponível, assista em 1080P

Pescaria com os amigos Bosco, Drio, Léo Lobão e Paulão com uma visita do lendário Wil, o Rei do Joanes. Muitas ações, todos capturaram peixes e Drio preparou um ótimo churrasco e farofa.

Das 17 capturas, levei apenas dois, um deles por não ter sobrevivido.

Caiaques Lontras e Barracuda, Caimam, Hobie Revo 11 e Outback.