sexta-feira, 10 de julho de 2020

Hobie Passport 12, ocupará o vazio deixado pelo Outback 2018?







Tenho boas expectativas para uso desse caiaque no mar.

Quando a Hobie lançou o Outback 2019, retirando de linha o seu caiaque de casco mais versátil, capaz de atender os pescadores off-shore e os de águas interiores, ficou sem nenhum produto com essas características. Para o mar, restou apenas os Revolution

Os caiaques modelo Revolution são muito bons para o mar.  O Revolution 11 para remadores até 70 kg de peso e o Revolution 16 o melhor de todos para o mar. Exceto o Revolution 11, os Revolution 13 e 16 não são bons para os pescadores de águas interiores, sendo o principal motivo sua baixa estabilidade primária, além da falta de espaço, pela menor largura e o grande comprimento que dificulta manobras. Já o caiaque Compass, com sua popa de alta flutuação, como o Outback 2019, é de uso desconfortável até mesmo em águas interiores um pouco mais agitadas.

Já no Passport 12, parece que em termos de casco acertaram tudo. Colocaram uma quilha pronunciada, com ângulos quase retos (lembrando o nacional Barracuda, da Lontras) e embora tenham ampliado a popa (bagageiro) em relação ao Compass 10.5, deslocaram o assento também para trás e com o aumento maior na proa deve reduzir a flutuação da popa, reduzindo o mergulho da proa a cada passagem ortogonal de onda, como acontece com o Outback 2019,  com o Compass e um pouco com o Passport 10.5.

A quilha pronunciada  de maior extensão que no seu irmão menor de10.5', pelo que vi em vídeos, dotou o Passport 12 de um tracking invejável, o que pode ser verificado nesse clip de vídeo do canal Moomoo Outdors.
Mesmo sendo remado sem leme e sem o MD, o caiaque permanece no rumo, sem "rebolar", e olha que a remada do Moomoo nem é uma remada "cavada", é uma remada até aberta, que usualmente incrementa o "rebolar".
Para ver o vídeo original completo no canal do MooMoo, clique aqui

Com esse casco, esqueço toda a redução de custos aplicadas ao Passport, uma verdadeira "casquinhagem", com remo, leme*, alças tudo do mais barato e menos prático, e até um MD do início do século**

Espero ansioso por uma oportunidade de testá-lo no mar, moderadamente "encrespado", para ver seu comportamento.




* Com o aumento do tracking pelo maior comprimento do Passport 12, é esperado uma maior dificuldade para manobras e um esforço maior sobre o leme, mas já há uma solução simples e barata para um leme maior e mais robusto e para subir e descer o leme dos Passport através de cabos, veja clicando aqui

*
*Nesse caso, creio que o MD V2, renomeado para MD Classic, foi "ressuscitado" para manter a patente do turbo fin reto, versões STD e TURBO, evitando o uso deles pelas empresas que estão copiando o MD V1, cuja patente expirou. Pela legislação, um produto ou componente que tenha patente mas que não é mais produzido e comercializado pode ter o fim de sua patente requerida. Por isso as empresas que estão copiando só usam o fin antigo, àquele curvo. 





6 comentários:

  1. Milton. Estou numa dúvida e gostaria de sua ajuda. Um Outback 2014 pouco usado ou um passaport 12 ? Minha intenção é utilizar mais no mar !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu aguardaria mais um pouco, FMacedo, pois o Outback 2014 em bom estado é uma "certeza" de boa escolha e o Passport 12 é uma "promessa" de boa performance no mar (em rios e lagos já está aprovado). No entanto, se confirmada a boa performance no mar, o PAssport 12 será uma ótima opção de caiaque, com a qualidade Hobie e que está sendo oferecido por um valor muito menor do que custa nos USA em uma conversão direta do dólar.
      Um dos caiaqueiros mais antigos da Bahia, possuidor de um Outback, comprou agora um Passport 12, então em pouco tempo teremos uma opinião sincera e desapaixonada sobre o Passport 12.

      Excluir
  2. Obrigado Milton !
    Estou vendo seu vídeos no YouTube !
    Adoraria passar a foto dessw caiaque Outback para me ajudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A compra de um caiaque com seis anos de uso, mesmo sendo um Hobie, exige uma inspeção criterioso impossível de ser realizada por foto.

      A necessidade de troca de alguns componentes pode facilmente ultrapassar o valor que você pagará por ele e há danos no receptáculo do MD e nos drenos que são irrecuperáveis de forma segura, então recomendo que busque ajuda de um profissional, como o Roberto Martins, para inspecionar e orientar na decisão de compra. O contato do Roberto está nesse post: http://www.milpesca.com/2020/07/cabo-para-sonar-garmin-series-striker-e.html

      Excluir
  3. Milton, algum feedback a respeito do Passport 12 no mar? O preço está muito atrativo mas estou quase partindo para um caiaque nacional a pedal, o Iron da Milha Náutica. Gostaria muito de saber a respeito do desempenho do casco do Passport 12, já que o pedal MD GT dispensa comentários. Valeu.

    ResponderExcluir
  4. Olá Raimundo. Tivemos dois feedback de dois donos de Passport 12, o Paulão e o Kauê, e os comentários são promissores. O Kauê utilizou entre o Atracadouro de Ponta do Curral e Morro de São Paulo e seu relato não difere muito de quem usou um Outback em sua forma original, com as barbatanas e o leme pequenos.

    Quando o utilizar no mar faço um post, mas transcrevo abaixo os dois feedbacks que recebi:

    Do PAulão:
    "IMPRESSÕES DO PASSPORT 12 - Usou dois dias em rios.

    Estabilidade primária boa, preciso testar no mar pra ver a sensação. Mas me senti tão seguro quanto no outback.

    Pedal ultra mega leve, mas veio com barbatana “little baby tamanho PP”. A velha estratégia da hobie de te “vender uma solução”, para um problema que nem deveria existir.

    Manobrabilidade boa, mas o leme é MUITO pequeno também.
    Nesse caso não tem como trocar por um maior, talvez pela “fragilidade” do sistema de leme, que não suportaria um tranco maior.

    Desliza MUITO o casco, com elegância no navegar e sem muito splash na proa.

    Deriva um pouco mais que o outback na hora da ventania, talvez por ter uma quilha menos pronunciada.

    Cadeira confortável, mas a posição das pernas é bem elevada. Então precisa ajustar o recosto para modo “semi deitado”, para evitar dores na lombar na pedalada mais longa.

    Deck confortavel em relação a espaço e facilities (fendas e porta trecos).

    Casco bonito, material de boa qualidade.

    Satisfeitíssimos com o custo X benefício.

    A comparação JUSTA dele não seria com o Outback, mas com os nacionais na mesma faixa de preço.

    Nessa comparação, pra mim ele é imbatível."

    Do Kauê, usou no mar, um dia:
    "Muito vento e ondulação na volta.
    Caiaque se comportou bem, mas saia de rota quando entrava ondulação maior e rajada de vento.
    Além disso, quando vinha ondulação muito grande parecia q faltava força na pedalada."

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.