sexta-feira, 10 de julho de 2020

Hobie Passport 12, ocupará o vazio deixado pelo Outback 2018?







Tenho boas expectativas para uso desse caiaque no mar.

Quando a Hobie lançou o Outback 2019, retirando de linha o seu caiaque de casco mais versátil, capaz de atender os pescadores off-shore e os de águas interiores, ficou sem nenhum produto com essas características. Para o mar, restou apenas os Revolution

Os caiaques modelo Revolution são muito bons para o mar.  O Revolution 11 para remadores até 70 kg de peso e o Revolution 16 o melhor de todos para o mar. Exceto o Revolution 11, os Revolution 13 e 16 não são bons para os pescadores de águas interiores, sendo o principal motivo sua baixa estabilidade primária, além da falta de espaço, pela menor largura e o grande comprimento que dificulta manobras. Já o caiaque Compass, com sua popa de alta flutuação, como o Outback 2019, é de uso desconfortável até mesmo em águas interiores um pouco mais agitadas.

Já no Passport 12, parece que em termos de casco acertaram tudo. Colocaram uma quilha pronunciada, com ângulos quase retos (lembrando o nacional Barracuda, da Lontras) e embora tenham ampliado a popa (bagageiro) em relação ao Compass 10.5, deslocaram o assento também para trás e com o aumento maior na proa deve reduzir a flutuação da popa, reduzindo o mergulho da proa a cada passagem ortogonal de onda, como acontece com o Outback 2019,  com o Compass e um pouco com o Passport 10.5.

A quilha pronunciada  de maior extensão que no seu irmão menor de10.5', pelo que vi em vídeos, dotou o Passport 12 de um tracking invejável, o que pode ser verificado nesse clip de vídeo do canal Moomoo Outdors.
Mesmo sendo remado sem leme e sem o MD, o caiaque permanece no rumo, sem "rebolar", e olha que a remada do Moomoo nem é uma remada "cavada", é uma remada até aberta, que usualmente incrementa o "rebolar".
Para ver o vídeo original completo no canal do MooMoo, clique aqui

Com esse casco, esqueço toda a redução de custos aplicadas ao Passport, uma verdadeira "casquinhagem", com remo, leme*, alças tudo do mais barato e menos prático, e até um MD do início do século**

Espero ansioso por uma oportunidade de testá-lo no mar, moderadamente "encrespado", para ver seu comportamento.




* Com o aumento do tracking pelo maior comprimento do Passport 12, é esperado uma maior dificuldade para manobras e um esforço maior sobre o leme, mas já há uma solução simples e barata para um leme maior e mais robusto e para subir e descer o leme dos Passport através de cabos, veja clicando aqui

*
*Nesse caso, creio que o MD V2, renomeado para MD Classic, foi "ressuscitado" para manter a patente do turbo fin reto, versões STD e TURBO, evitando o uso deles pelas empresas que estão copiando o MD V1, cuja patente expirou. Pela legislação, um produto ou componente que tenha patente mas que não é mais produzido e comercializado pode ter o fim de sua patente requerida. Por isso as empresas que estão copiando só usam o fin antigo, àquele curvo. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.