caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Downweigth em Surfcasting

Redução de Peso do Material em Pesca de Praia

Em informática, ou TI, a palavra "downsize" significa migrar de um sistema pesado, baseado em grandes computadores chamados de mainframes, para o ambiente de micro informática onde os preços são menores e há uma quantidade maior de técnicos e softwares disponíveis.

Em pesca de praia, estou chamando a busca pelo material mais leve de "DOWNWEIGTH", ou seja, de redução de peso.

Qual a importância do downweigth, dessa redução de peso? Sem dúvida a primeira é conforto. Em segundo custos e em terceiro, coerência.
  1. Conforto - Se você tem que caminhar grandes distâncias, leva muito material, participa de torneios de pesca, ou já passou dos 50 anos certamente esse item é importante para você.
  2. Custos - A maioria dos aviamentos para pesca de praia são em materiais nobres tais como cobre, aço inox, fibras especiais e o peso influi significativamente no preço, assim como o diâmetro das linhas, principalmente se forem de fluorcarbono ou multifilamento.
  3. Coerência - Já vi pescadores na praia com giradores e snaps de pesca oceânica ou então usando linha 0,50 mm com anzóis maruseigo 10, ou ainda com paradas (chicotes) de linha 0,35mm.
Esperas (ou secretárias de praia)
Minha primeira ação de redução de peso e volume do material se deu sobre as "esperas" (secretárias) de pesca.

Sempre fazia as "esperas" com tubos e conexões de 50 mm, conforme pode ser visto no excelente Blog Diga Ai Meu Peixe, do Clupesal (clique aqui para ver), então passei a fazê-las com tubos e conexões de 40 mm. As esperas passaram das 750 gramas para 420 gramas, ou seja, uma redução de 45% do peso. Pode parecer pouco, mas como para torneios eu levo cinco esperas, a diferença é significativa.

Outra redução significativa de peso e volume que fiz foi criar a "espera três em um" (veja post específico clicando aqui) para uso em torneios. Criei-a observando as "feras" do Clupesal que as usam para as varas reservas iscadas que ficam atrás das varas que estão lançadas, uma "mine espera" com cerca de 70 cm de altura. Com ela eu levo para os torneios três "esperas" que na verdade são cinco.

Varas de Pesca
Reduzindo o diâmetro das "esperas" para 40 mm, duas das minhas varas de pesca, a Killer e a DAM Emotion, deixaram de caber na "espera" e foi necessário lixar o EVA das extremidades para caberem. Lixar foi rápido e fácil.

Ao comprar uma nova vara, passou a ser requisito que o diâmetro do pé da vara seja no máximo de 35 mm, ou que possa ser customizada para esse diâmetro. A maioria das boas varas do mercado atende a essa especificação.

Quanto ao peso da vara de pesca em si, esse deve ser o menor possível desde que seja mantido uma boa relação entre peso e preço, ou seja, 80 gramas a menos não podem acrescentar ao preço R$ 500,00, como normalmente se vê por ai. Não vale à pena pagar tanto por uma redução tão ínfima.

Se a vara tiver menos de 700 gramas, se suporta molinete e carretilha, se tiver um diâmetro de no máximo 35 mm e seu casting (peso máximo para lançamento) chega a 250 gramas, é uma vara adequada.

Chumbadas
Antes eu levava a cada pescaria ou torneio uma variedade e quantidade imensas de chumbadas, que chegava a mais de três quilos. A experiência me mostrou que apenas três tipos de chumbadas atendem 100% das necessidades das pescas média e pesada. São elas:
  1. chumbada de 125 g piramidal de base triangular - 4 unidades
  2. chumbada de 75 g piramidal de base triangular - 2 unidades
  3. chumbada esfera de 115 g com girador - 4 unidades
  4. chumbada esfera de 65 g com girador - 2 unidades
  5. chumbada de garra de 140 g - 4 unidades
  6. chumbada de garra de 75 g - 2 unidades
Com isso, considerando uma perda de 100% a cada pescaria com duas varas, vou andar por ai com cerca de 2,0 quilos de chumbo, o que já é chumbo "prá caramba".

Molinetes e/ou Carretilhas
Nesse item não tenho primado na redução.

Para cada torneio levo dois Emcast 6000, dois Emcast 5000, um Tacom 7000 de reserva (por sinal, uma porcaria de molinete) , um MS 2000 e um ótimo Sumax Fire Blue 4000, presente do amigo Júnior, do Clupesal.

Mas como venho testando o uso da carretilha em pesca de praia aqui em Salvador, e tenho obtido resultados excelentes com o uso desse equipamento, a exceção do recolhimento que é muito lento e cansativo, tendo a previsão de migrar ou pelo menos de passar a usar a carretilha em substituição aos molinetes médios (os Emcast 5000). Infelizmente as carretilhas que têm manivela nem sempre têm uma boa relação de metro de recolhimento por volta na manivela. São as carretilhas oceânicas, muito pesadas e inadequadas para o surfcasting.

Outro problema é achar vara de surfcasting específica para carretilha, então a saída é ou comprar varas que se adaptem bem aos dois equipamentos, como a vara Killer da Albatroz Fishing, ou ainda adaptar uma vara para uso com carretilha.

Em uma loja da Internet me informaram que a DAM Eclipse se presta ao uso de carretilhas, mas não posso ser assertivo sobre isso. Estou adaptando uma vara Wonder Coral de 4,50 metros para usar também com carretilha.

Mas de uma forma geral, a migração para o uso de carretilhas representam uma opção de grande redução de peso e volume a transportar e se esse é o seu firme objetivo, considere essa opção.

Linhas
Se você usa multifilamento e ou fluorcarbono, o correto dimensionamento das espessuras às reais necessidades é um grande fator de economia, seja para que você não perca material e peixes por sub-dimensionamento ou jogue dinheiro fora em caso de super-dimensionamento.

Se você utiliza linhas mais grossas sem necessidade, além de estar perdendo dinheiro está perdendo distância de lançamento e permitindo um maior arraste da linha pela correnteza, sendo, portanto, obrigado a usar chumbadas com garras ou mais pesadas e menos aéreo e hidro dinâmicas.

Aqui no Nordeste além de termos probabilidade de fisgar um grande espécime, temos o horrível sargaço, o que também nos obriga a termos uma linha mais resistente.

Enquanto no Sudeste o uso de monofilamentos de 0,18 mm e multifilamentos de 0,06 mm e 0,10 mm são comuns, o que uso por aqui eu uso são linhas monofilamentos de 0,25, se de boa elasticidade (como a Max, da Dayama) , e de 0,30 se de baixa elasticidade (como a Red Spider, da Mazzaferro). No caso de multifilamento, uso a 0,18 mm, da Pelagic, com resistência de 10 quilos. Todas essas linhas, embora algumas não sejam baratas, retribuem com uma maior distância de lançamento e um menor arraste hidrodinâmico.

Giradores e Snap´s
Esses materiais são um problema na hora da compra, pois não são expressos em suas embalagens os valores de tração que suportam. É comum portanto você ver colegas pescando com linha 0,40 e com um girador imenso, para mais de 100 libras, usados normalmente em pesca oceânica.

O teste que faço aqui é o seguinte: pego uma linha para 22 quilos (Dourado, 0,70 mm), prendo no snap ou no girador com o nó universal e também em um prendedor da garagem, amarro no carro e saio bem lentamente. Quando retorno verifico o que quebrou, se o snap ou girador, ou se a linha. Se foi a linha, está aprovado.

Resultado: o snap e girador que uso têm cerca de 1,5 cm.

Conclusão
A hora certa de pensar em downweigth é na hora de se trocar ou comprar um novo equipamento, petrecho ou aviamento, dimensionando corretamente ao fim que se destina. Além de ganhar em conforto, não se perde dinheiro.
Estou com 92 quilos. Também preciso fazer um downweigth. :-)


2 comentários:

  1. Gostei muito deste seu comentario.É uma situação que todos nós pescadores enfrentamos em noss atividade.Há algum tempo atras eu sofria tambem com o excesso de peso do material que transportava e com o tempo fui,instintivamente,fazendo escolhas que minimizavam aquele peso.Tal como suas chumbadas,hoje eu carrego apenas 6 unidades.Saia para uma pescaria descompromissada levando 4 varas e toda a parafernalia acompanhante.Hoje,levo apenas 2,uma para longos arremessos e outra para medios ou beirada.O uso de carretilha tambem esta sendo reintroduzido,ja que as que eu tinha eram apenas as de perfil "altissimo",pesadonas e lentas. Esse é um tema que deve interessar a todos os pescadores de PDP,pois o conforto que propicia é muito grande.
    Parabens pelo comentario
    Samendoara

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Samendoara. Um honra tê-lo por aqui.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.