caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Trocando Passadores Para Low Rider VI

Testando a Vara (Clique nas fotos para ampliar)
No dia 12, domingo, acordei tarde e fiquei trabalhando em casa até umas 09h00, quando fui ao Buraco do Padre quase que apenas para testar a vara Coral com os novos passadores Low Rider.

A água estava muito suja e com ondas de mais de dois metros de altura. Encontrei lá o Amorin e o Ney. Tinham chegado lá desde as 05hoo e não tinham pegado nada. O Ney relatou-me uma boa "batida" na vara, mas quando começou a recolher, escapou.


Sem esperanças de peixe, montei a vara Coral com o um Molinete Daiwa Emcast 5000 e arremessei. Cara, que beleza, no primeiro arremesso foram mais de 100 metros. Deu até para ver no Emcast a cama de linha amarela abaixo dos 125 metros do multifilamento o,18.
Você não sente a linha "batendo" nos passadores durante o arremesso, apesar do diminuto diâmetro dospassadores.









Quando fui recolher a linha fiquei preocupado. Ao passar pelos passadores Low Rider o multifilamento produz um ruido, tipo coisa arranhando, muito esquisito. Fiz o segundo arremesso e foi um pouco mais longe, mas ao recolher apareceu novamente o barulho.

Resolvi não insistir até verificar o que faz o ruído. Troquei o molinete da Coral pela carretilha Marine Cáster 400, folguei meia volta no freio e arremessei em overheadcasting (por sobre a cabeça). Rapaz, uma maravilha, foram os 120 metros de linha Red Spider e mais alguma coisa da cama de linha da carretilha.

Fiz mais alguns arremessos e os passadores Low Rider não fazem barulho com o monofilamento de nylon da linha Red Spider. Sempre alcançando mais de 120 metros com a carretilha, arremessei e recolhi várias vezes. Os passadores e sua distribuição ao longo da vara Coral estão 100% aprovados. Farei agora a última demão da resina nos passadores para melhorar o acabamento.
ôpa, ia esquecendo de contar. Em cerca de 15 arremessos fiz duas cabeleiras. Não só por ter soltado o freio mais meia volta, mas, principalmente, por não ver quando a chumbada tocava na água, já que as ondas, enormes, cresciam na frente do ponto de queda da chumbada. Com o freio solto qualquer vacilo é fatal: cabeleira!!!!

Clique aqui para a continuação desse post



6 comentários:

  1. Boa noite, execelente reportagem. Que bitola de linha você estava usando na carretilha ? e qual o peso da chumbada ?

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, amigo. A chumbada era de 120 gramas tipo míssil e a linha de 0,30 mm, sem usar leader.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela resposta Milton.Ainda não possuo Vara com LOW RIDER.Comprei uma hoje na SUGOI, é uma vara D.A.N de 4,20 mts ,mais um molinete Blue Bird.
    Um grande abraço, e continue relatando suas façanhas.
    JMario

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde amigo Quem fala é Fábio eu estou querendo comprar uma Vara Rainbow Coral você sabe quem tem uma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fábio. São raríssimas e não mais importadas, só no ML ou no OLX que aparecem de vez em quando. Possuo duas, mas não de desfaço delas.

      Excluir

Obrigado por seu comentário.