caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

O que estou lendo II

Power SurfCasting de Ron Arra e outros

Acho que meus lançamentos estão com problemas.

Tenho arremessado com uma carretilha Marine Caster 400, vara Raibow 4,50m, passadores low rider, linha Red Spider o,35 e chumbada de 125 g, cerca de 120 metros.

Clique para ampliar

Já com as mesmas vara e chumbada, mas com um molinete Emcast 6000 e linha multi 0,18mm só tenho alcançado cerca de 100 metros.

Ora, toda a literatura que tenho tido acesso, nega peremptoriamente a situação acima, ou seja, os resultados deveriam ser ao contrário para essa faixa de distancia considerando os dois equipamentos, molinete e carretilha.

Acredito que o problema é o meu lançamento o qual executo em "overheadcasting", ou seja, por sobre a cabeça. Embora efetivo, esse lançamento é o feijão com arroz dos lançamentos, pois você não arrisca a vara, mas também não tem grandes resultados.

Tão logo passe a etapa do Torneio do Clupesal, investirei no lançamento "off-the-ground cast", um lançamento com o chumbo no chão e aceleração da vara por rotação, e para isso estou lendo o livro ao lado, cujo autor principal já foi quatro vezes campeão nos U.S.A., além de ser garoto propaganda da Abu Garcia.


Se você está vendo um único post, clique na figura abaixo para ir ao Blog Milpesca

6 comentários:

  1. Caro Milton,
    Apesar de conseguir arremessar satifatoriamente, tenho alguns problemas de arremesso, que foram criados desde o início, onde criei minha maneira própria de arremessar e, hoje, tenho algumas dificuldades em fazer diferente.
    Um desses vícios que considero o pior deles é o de arremessar com os passadores virados para dentro, com o peso da chumbada todo neles.
    Isso provoca diversos problemas no equipmento, além do comprometimento na ditância alcançada.

    Esse é um ponto que preciso melhorar muito.

    Acho que o Clupesal deveria começar a incentivar treinos de arremessos, entre os associados, visando uma melhora na qualidade e evitando problamas com invasão de setores nos torneios.

    Grande abraço,

    Júnior

    ResponderExcluir
  2. Caramba, como consegue?

    Boa idéia essa do Treino de Casting. Vamos propor. Aqui na Bahia tem alguém praticando casting?

    ResponderExcluir
  3. Milton,

    eu também sou usuário de carretilhas na pesca de praia e no meu caso invariavelmente arremesso mais longe com carretilhas. Aliás, tenho diculdade de fazer lançamentos com molinetes, pois em relação a carretilhas, tenho impressão de que os molinetes ficam meio que desequilibrados nas varas.

    Quanto aos seus lançamentos com molinetes, nada posso declarar, mas em relaçào aos seus lançamentos com carretilhas, não vejo problema algum, pelo contrário, estão muito bons.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Acho que na Bahia o casting só é praticado por alguns pescadores de Ilhéus.
    Vamos dar uma procurada para ver se encontramos alguma referência por Salvador.

    Abraço,

    Júnior

    ResponderExcluir
  5. Legal, se há mais alguem arremessando melhor na pesca de praia com carretilha que molinete já não me sinto "estranho". Obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Vou procurar também por aqui, Júnior.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.