caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Diário de Torneio IX

Longa ausência do blog.

Chamado que fui para contribuir um pouco mais na empresa, tenho vivido para o trabalho. Acordo as 04:45 e chego em casa por volta das 20:30. Não dá tempo para nada.

Não deu tempo também para preparar-me para a 5ª Etapa do Torneio Individual do Clupesal e tive que ir com a cara e a coragem, confiando nos amigos.

Para pescar nesta etapa contei com o socorro de Lindinalva com camarões comprados para o almoço, com pititinga cedida pelo Adelson e chumbadas cedidas pelo Deco Loureiro. Uma vergonha a minha falta de preparo. Pelo menos os anzóis, paradas, molinetes, carretilhas e varas ainda são os meus.
A Etapa, a última do Torneio Individual de 2010, foi realizada em Barra do Itariri. Saímos eu e Lindinalva daqui de Salvador as 08:30 e chegamos em Itariri ás 10:30. Já encontramos por lá o Seu Belo, Júnior, Aloysio, Vicente e Mirian. Na casa do Marcelo Leite, próximo a pousada, já estavam também o Maurício e o Tarcísio Lins. Depois chegaram Deco e Vanesca e em seguida o Adelson.

Mais uma vez o Júnior, trabalhando, e Ervin e o André Barbosa, convalescentes, não puderam participar. O André chegou a ficar internado e o Ervin não pode se expor ao sol. Eu e o Adelson conduzimos a etapa.

Ficamos hospedados na pousada Tinomar, agora com quartos com ar condicionado e um bom café da manhã.

Primeiro Dia
As 12:00 fizemos o sorteio. Fiquei com a raia 4. O Joel e famíla chegaram em cima da hora, mas como tinham avisado, participaram do sorteio através do Seu Belo.

13:00h iniciamos a pescaria. A maré que parecia ruim, estava ótima e logo de cara, no primeiro arremesso peguei uma aratubaia. Peguei no total 8 peixes, o maior deles um baiacu arara (guima) de 1,1 kg. Dei sorte, pois pegou justamente na parada de aço e eu estava com a vara na mão quando da "batida".
Na raia 3 estava o Deco e na raia 5 o Adelson e nós três, de longe, assistíamos ao Maurício Lins na raia 1 tirar um peixe atrás do outro. Bastava olharmos pra lá e ele estava recolhendo um peixe, enquanto o Marcelo Leite e o Deco nas raias seguinte à dele "choravam" por um peixinho.

Como não podia deixar de ser, nesse dia o Maurício "matou a pau": 3,275 kg de peixes.

Segundo Dia
Acordamos 'as 05:30 e tomamos um bom café da manhã. Como distribuímos a tabela de raias no dia anterior, cada um já sabia para onde ir. Demos uma pequena tolerância e as 07:10 iniciamos a pescaria. Clique aqui para ver a tabela de raias quando a etapa for de dois dias.

Desta vez eu estava na raia 9 e o Adelson ao meu lado, na 10, começou a pegar um peixe atrás do outro, e eu, nada. Eu jogava na paralela a ele, no mesmo canal, e as minhas iscas voltavam inteiras, sem nenhuma ação. O Deco Loureiro ao meu lado também estava sem nenhuma ação.

Apelei para a espuminha com anzóis Akita 7 e nada. Por volta das 09:00 montei a vara Coral com uma carretilha Abu 6601 e lancei ha cerca de 100 metros e logo de cara peguei um dublê de barbudo com bagre.

Tinha achado onde estavam os peixes em minha raia. Sempre lançando longe, 100 metros ou um pouco mais, medidos pela linha da carretilha, peguei 8 peças que salvaram o dia.

No resultado final, fiquei em segundo lugar, ficando o Maurício em primeiro, Adelson em terceiro, Seu Belo em quarto e o Vicente em quinto. O maior peixe foi do Maurício e a maior quantidade do Adelson. Vejam as fotos a seguir. As fotos são do Maurício Lins e a imagem aérea foi obtida na NET.
Maurício Lins com a medalha do maior peixe e troféu de primeiro lugar.
Eu e Seu Belo
Adelson e Tarcísio
Eu e Vicente
Tarcísio e o Maurício


Se você está vendo um único post, clique na figura abaixo para ir ao Blog Milpesca - Pesca de Praia