caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Pescaria de Caiaque na Globo - "É nois na fita, mano"

Esta dica recebi de um colega frequentador do Fórum Caiaque Brasil e repito a dica aqui.

Os caiaques utilizados são da marca Brundden, um dos mais bonitos caiaques nacionais e que disputa com a Caiaque Lontras, que fabrica o caiaque Barracuda, o mais usado no Brasil, conhecido pela robustez e navegabilidade, a preferência dos "caiaqueiros" brasileiros.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Pescaria na Barragem do Joanes com Álvaro Guimarães e sua turma.

Tenho andado sumido por causa de alguns probleminhas que retornaram em versão 2012. Problemas e obstáculos existem para serem resolvidos e transpostos, e eu estou aqui pra isto. 

Toda vez que dou uma parada no blog e nas pescaria alguns amigos fiéis ligam, procuram saber o motivo, me motivam e fazem mais elogios que não mereço. O Álvaro Guimarães é um deles. Aliás o Álvaro é um dos grandes incentivadores da pesca de praia em Salvador e Lauro de Freitas. Se alguém chega para ele e diz que gostaria de aprender a pescar, o Álvaro irá auxilia-lo de todas as maneiras, desde a ajuda na escolha do material até enturmar o novo pescador no Clube de Pesca que frequenta, o TPI -Turma de Pescadores Independentes. 

Como o filho dele, o Alexandre, disse para ele que gostaria de fazer uma pescaria em água doce, o Álvaro articulou com seu amigo Durval e saiu essa pescaria. E eu tive o privilégio de ser convidado.

 Nos encontramos as 06h00,  no antigo Posto Parente, entroncamento das BA-093 com a BA-522. De lá seguimos para o ponto de embarque a pouco mais de 400 metros.  O locador dos barcos, chamado Zezinho, ainda não tinha chegado da coleta das iscas e coloquei o Newbee na água. O caiaque ficou perdido entre os barcos do Zezinho. 

Fiquei conversando com o Durval, Alexandre, Álvaro e Eduardo enquanto eles treinavam arremesso com as artificiais e aguardávamos as iscas vivas.

Finalmente o Zezinho chegou com as iscas, mas já eram quase 07h30min. O saco no barco são as armadilha de camarões colocadas no dia anterior. O Zezinho desculpou-se pelo atraso e fez a entrega das iscas para os dois barcos que alugamos, cada a R$ 20,00,  já com as iscas, remos e poitas.

O Zezinho então fez o "brief" de partida, diga-se de passagem que muito bem feito. Falou sobre segurança, sobre os equipamentos, como deveríamos apoitar no ponto de pesca. Eu e o Álvaro ficamos surpresos com o profissionalismo do Zezinho, desfazendo a má impressão do atraso. Até eu que estava de caiaque ele orientou, pediu para ver minha âncora e recomendou que fosse direto para o pesqueiro das pescadas pois já estava tarde para os tucunas. Já sentados no barco, prontos para sair, Véio, Cabeça e Bag. Durval está em pé.

Rumamos para o ponto das pescadas.O Durval posicionou o barco por alinhamento de pontos: uma torre de telecomunicações, árvores e outros ponto. Fui verificar e "pimba": o lugar mais fundo até agora, cerca de 13,00 metros. É incrível como o Durval acertou o local. Como não tenho este dom, marquei o pesqueiro no GPS. Amarramos os barcos uns aos outros, o Newbee, inclusive, e a turma entrou em ação. 


A honra do primeiro peixe coube ao Álvaro. Olha a cara de felicidade do Álvaro.

Em seguida o Alexandre pegou o primeiro.

O Eduardo, ainda no sapato, sofria com o Álvaro. Mas em seguida, haja peixes para todo mundo. Ao final,      mais de 60 pescadas brancas, cerca de uns quatro quilos.

Foi um ótimo dia de pescaria em excelente companhia, com pessoas de alto astral. Durante a pescaria foi engraçado o relacionamento do Álvaro e do Eduardo, em uma disputa acirrada de quantidade e tamanho com gozações mútuas. Pareciam da mesma idade.

Abaixo estão o mapa do local e as coordenadas do pesqueiro. 


Mesmo tendo tentado os tucunas na margens, ainda assim pequei cerca de doze peixes. Durante a pescaria, o tempo fechou feio, mas ficou só na ameaça.
 Aos interessados, posso passar o telefone do Zezinho para combinar aluguel de barcos e iscas.