caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Fabricando Chumbadas Para Surfcasting II

Chumbadas FQ (Fundo de Quintal)
(continuação do post do dia 22/07)

Publicação conjunta com o Blog Diga Ai Meu Peixe, do Clupesal

De posse da chumbada padrão em durepóxi, passamos a executar a forma, ou molde, propriamente dita.

Pensamos em usar massa plástica automotiva do tipo POLY para confeccionar as formas, mas como queríamos pelo menos cinco formas ficaria muito caro.

Usamos então, orientados por um amigo protético, o gesso pedra marca Troquel Quatro, fabricado pela Polidental, utilizado em trabalhos de moldes para próteses dentárias. Ele tem a trabalhabilidade e a resistência mecânica e a altas temperaturas necessárias. Custa cerca de R$ 12,00 o quilo. Gastamos dois quilos para cinco formas.


Para fazer as formas propriamente ditas preparamos a pasta de gesso e colocamos a chumbada padrão colada com cola de contato no fundo de uma caneca plástica (vide foto).

Ai cabe um lembrete: quando fizer a mistura do gesso com a água, faça uma mistura mais fluida que o recomendado, cerca de 20% a mais de água, e vá acrescentando o pó aos poucos e mexendo sem bater, para que bolhas de ar não sejam incorporadas à mistura. Se achou fazer isso difícil, lembro que o outro modo é fazer a mistura sem criar bolhas de ar é misturando à vácuo, como os profissionais. Caso sua mistura fique com muito ar incorporado seu molde, ou forma, ficará cheio de falhas e de bolhas.

Untamos (lambuzamos) então a caneca e chumbada padrão com vaselina sólida, mas pode ser qualquer coisa que não permita ao gesso grudar na forma, e despejamos a massa de gesso na caneca. A vaselina tem que ser espalhada bem fina e uniformemente. Tem que despejar a massa aos poucos, dando batidinhas na caneca para retirar as bolhas de ar. Aguardamos duas horas, desformamos e obtivemos a forma (molde) da foto abaixo.
Na foto abaixo, no centro das formas (moldes) já prontas estão os arames de fixação do girador o qual está envolto em fita crepe para não “baixar” quando o chumbo líquido for despejado na forma. Note que tanto o arame quanto o girador são de aço inox para evitar uma reação entre metais (pilha galvânica), ocasionando posterior quebra do arame. O arame está fixado na parede interna da forma em um furo feito com furadeira e broca de 0,7mm.


Clique aqui para continuação desse post.


6 comentários:

  1. Milton,
    existe um formato especial de chumbada, que poucos pescadores de praia conhecem e quem já usou afirma que elas não correm com a maré, de forma alguma.

    Ela também é piramidal, no entanto tem os lados assimétricos. Além disso, o arame atravessa de um lado a outro, tendo uma pequena argola de cada lado, para prender o snap de acordo com a preferência de uso.

    Certa vez, o Derneval, pescador do Clupesal, me presenteou com uma dessas chumbadas em um dia que a maré estava orrivel. A questão é que no início não deu resultado, mas ele me explicou o uso e depois foi como se a maré estivesse parada. A chumbada só corria de batesse algum peixe. QUando corria, podia olhar que tinha algo no anzol.

    Caso vc tenha a oportunidade, converse com alguém do Clupesal para ver como conseguir um exemplar. Ouvi dizer que o cara que fabricava esse modelo, já não pesca mais aqui na terra conosco e isso pode ser perdido com o tempo.

    Grande abraço,

    Júnior

    ResponderExcluir
  2. Interessante, Júnior. A piramidal é fácil de copiar, se conseguir-mos facilmente a replicamos. Vou procurar.

    ResponderExcluir
  3. Gostei de sua idéia, mas eu acho que se tivermos menos uso de matéria prima para fazermos as chumbadas, poderiamos poluir menos o fundo quando elas ficarem lá. Eu fiz de barro cozido e não é necessario o uso de metal na chunbada. Pense nisso.

    ResponderExcluir
  4. Caro Anônimo, legal sua preocupação com o meio ambiente. O verdadeiro pescador de praia se preocupa muito isso pois ameaça diretamente seu lazer. Tintas e vernizes são hoje a maior fonte de poluição por chumbo, e até a década de 80 era a gasolina.

    ResponderExcluir
  5. Amigo, onde consigo comprar esta marca de gesso.
    Moro em Gravatai RS, agradeceria sua ajuda.

    ResponderExcluir
  6. Caro João, o gesso para troqueis é facilmente encontrado em lojas de produtos para protéticos. Se em sua cidade não tiver uma loja dessas, tente na Internet: http://www.nessadental.com.br/dados_produto.php?id_produto=1041&desc=gesso-g4-p-troquel-ssw

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.