caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Diário de Torneio V

(clique nas fotos para ampliar)
Estivemos eu e Lindinalva nos dias 5 e 6 em Barra do Itariri participando do 5º Torneio de Duplas do Clupesal, uma ótima oportunidade de rever os amigos pescadores e suas famílias, compartilhar as novidades em técnicas e equipamentos.

O Célio não pode ir e pesquei sozinho. Como novidade em isca levei para mim e para Equipe Los Caiçaras (Deco Loureiro e Jair Lopes) o tamarú, o corrupto soteropolitano, que tanto trabalho nos deu para localizar e capturar. A Equipe Los Sapateiros, (Fabian e Henrique), também levaram o tamarú e gentilmente me cederam um pacotinho ao qual retribui com um pacote de pititinga.

Como novidade de equipamento, o Erwin estreou um molinete Daiwa Tournament fabricado no Japão, levíssimo e de funcionamento suavilíssimo. Uma Jóia.

Primeiro Dia
Chegamos por volta de 11:00 h na Pousada Dourada e fomos recebidos por Dona Duzinha e já encontramos por lá o "Seu" Belo, Vicente, Júnior e a Cristiana. Almoçamos a excelente feijoada preparada por Lindinalva e rumamos para o local do sorteio.

Duas novas equipes participaram dessa etapa com um total de quinze equipes participando. O sorteio foi realizado e peguei a raia 4. Disparado o foguete, lancei as duas varas iscadas com o tamarú e cinco segundos depois teve a primeira batida e veio essa bela perna-de-moça (betara).Oba, pensei, o tamarú é eficiente. E lancei uma nova vara também iscada com o tamarú. Meia hora depois não tinha tido uma nova ação. Comecei a substituir o tamarú pela pititinga e nada. Fiquei até o fim do dia com uma vara com pititinga e outra com o tamarú. Peguei mais uma pescada branca e um bom parati de cerca de 170 gramas, num total de 750 gramas, todos dois na pititinga.

Durante a pesagem fiquei reparando que em termos de tamanho os meus peixes estavam dentre os maiores e que fora uma arraia de 1,5 quilos capturada pelo Los Sapateiros, todos os outros exemplares tinham tamanho mínimo.

Segundo Dia
Já fui pescar, agora na raia 13, convencido da ausência dos grandes exemplares, e a contra gosto diminui o tamanho dos anzóis. Pesquei com duas varas com o anzol Gamakatsu Maruseigo Ring Eye 16 e duas com o Gamakatsu Offset 2. Na verdade com apenas uma com o Offset 2 pois foram tantas ações que pescando sózinho não consegui montar a quarta vara. O "triplê" de barbudos da foto lá em cima foi com o Offset 2. Praticamente só usei a pititinga congelada.

Capturei 20 barbudos e três bagrinhos, sendo um deles com o tamarú. Aliás o tamarú morto como isca para PDP em Itariri foi uma decepção. Guardei alguns para usar aqui em Stella Maris para ver se funciona.

Na pesagem ficou evidente a total ausência de maiores exemplares, embora se tenha tido uma grande quantidade de peixes. Ao final da pesagem foram dados os resultados da etapa e de todo o torneio, mas como sempre não falarei neles até a publicação no site do Clupesal.

As fotos são de Lindinalva




Se você está vendo um único post, clique na figura abaixo para ir ao Blog Milpesca


2 comentários:

  1. É rei... Não desanime com os corruptos, aposto que no próximo ano eles estarão em alta!

    Marcelo.

    ResponderExcluir
  2. Se assim for, devemos iscar pela cauda, prender, amarrar, e afogar para que sejam comidos pelos peixes que captuaremos. :-)

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.