caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Pescaria em Itacimirim II - Pesca Noturna

No final da tarde de ontem fui a casa do Roberto Martins para uma pescaria planejada para entrar pela noite, em Itacimirim. Como ele está com uma casa para veraneio em um condomínio no local, deixamos o carro na casa e fomos a pé para a Praia da Espera.

Para que possamos ver a ponta da vara e a pernada (parada) a noite, no escuro, levamos alguns bastões de luz química. E nos demos mal.

Compradas há cerca de dois anos, tempo que eu pescava a noite aqui em casa pelo menos uma vez por semana, no verão, elas estragaram-se e apenas duas das que levamos funcionaram. Ficamos sem ver a chumbada ao recolher, um perigo ampliado ainda mais pelo tardar da lua, em minguante, a aparecer. Veja nas fotos abaixo a colocação do bastão na vara, com fita adesiva transparente, e o resultado.

Com a falha da maioria dos bastões luminosos, tivemos que encerrar a pescaria mais cedo, mas ainda assim pegamos vários peixes.

Quando iniciamos a pescaria a coisa não foi muito animadora, pois em cerca de meia hora só pegamos um carapicu, que virou isca, e um baiacu, que foi solto.











Mas depois começou a animar, com essa bicuda, peixe da família da barracuda, que deu uma boa batida e corrida.











E depois alguns dublês.
Alguns fatores, além das luzes químicas velhas, nos fizeram encerrar a pescaria mais cedo, dentre eles:
  • Levei o o botjião, a extensão do lampião a gás, mas deixei em casa o lampião, então não tínhamos luz permanente onde estava a isca e o material;
  • O Roberto estava com apenas a lanterna de boné, prática e confortável, mas limitada;
  • A pititinga que levei, atacada pela bicuda, tinha mais de três meses no freezer;
  • A esposa do Roberto ficou em casa sozinha, sendo esta a primeira noite na casa.
Pescaria noturna para ter sucesso, tem que ser bem planejada e executada, justamente o que NÃO fizemos. Mas mesmo assim, a bicuda e mais 7 outros peixes garantiram a fritada.



5 comentários:

  1. grande miltom

    outra coisa que funciona a noite, é colocar um quizo na ponta da vara.

    guizo, caso não saiba, é aqule sininho que se usava nos pierros, coisa que nos carnavais vc ja deve ter usado......

    abraços
    toto

    ResponderExcluir
  2. Grande Zé. Sei sim, os guizos são uma ótima opção. Só não os utilizo pois atrapalham no arremesso mais longo.
    Há sim, a título de esclarecimento, eu já sou do tempo do abadá, viu? :-)

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. como vc usa crretilha,prede ele pele frente da vara, o resto com todo respeito,deixa pra la

    ResponderExcluir
  4. Caro Milton,
    Gosto muito de pescarias noturnas e tem sidos as que pratico ultimamente, em Guarajuba.
    Esse luminoso quimico é fundamental. Melhora a pescaria facilitando a percepção pela batida do peixe aida melhor que na luz do dia.
    Numa oportunidade estive em feira de santana com meu irmão e comprarmos lanternas de led, que iluminam muito e as baterias duram uma beleza. Além disso são muito baratas e tem de todo tipo. Tem uma com o feixe maior, que estendemos numadas varas paradas e deixamos ligadas para iluminar o local.
    Depois vamos combinar uma pescaria em guarajuba, mais precisamente na praia do Costa Esmeralda.

    Abraço,

    ResponderExcluir
  5. Grande Júnior, então é assim que você está lidando com o seu "workaholicquismo" e a necessidade de pescar?
    Na próxima me chama. Uso também a lanterna de Leds e é realmente ótima, mas o Roberto não levou a dele e ficamos repartindo a que levei por quatro varas.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.