caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Pescaria em Itacimirim IV

Tentamos eu e o Deco armar uma pescaria nesse domingo em Massarandupió. Face a ameaça de chuvas, "pipocaram" (desistiram) Pernambuco, Joel, Bigode e Adelson.

Então fomos eu e o Deco para o Flamengo, pertinho aqui de casa. Logo na chegada, a areia da praia cheia de sargaços nos fez irmos para Itacimirim.

Chegamos com o tempo bastante fechado, com muito vento (a previsão de ventos de 30 km/h estava certíssima) e também chuvas. Muita chuva. Mas resistimos bravamente.

Apesar da chuva, tempo fechado e muito vento, as águas estavam relativamente calmas e quentes. Como Itacimirim é uma enseada, se explica a calma de suas águas.

Também apesar dos peixes estarem ativos, tivemos que lidar com uma quantidade imensa de roncadores, corrrós, chumbregas e palombetas que "embuchavam" ou se ferravam nos anzóis imensos.

Se tivéssemos levado um material leve, a diversão teria sido garantida. O maior peixe que peguei foi esse bagre.

Mas o Deco quebrou o recorde extra-oficial de peixe galo com esse imenso exemplar.

Se você achou pequeno, confira o peixe comparado com um objeto padrão do pescador de praia: uma latinha de cerveja de 269 ml .

Já em casa, fizemos a pesagem e confirmamos como o maior galo que já vimos: 1,06 quilos.

2 comentários:

  1. Zorra!!! Esses caras não estão de brincadeira. rsrsrs
    Acho que preciso criar mais coragem. Enquanto estou em casa com medo da chuva, os caras estão gladiando com os gigantes...

    Belo peixe-galo Deco.

    Abração.

    ResponderExcluir
  2. GRannnnde Juca. Que bom vê-lo de volta.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.