caiaque bahia

caiaque bahia
Visite o Caiaque Bahia - clique na imagem

sábado, 17 de outubro de 2009

Restauração de Vara para Surfcasting

Por estar trabalhando muito, não tenho postado desde o dia 10 de outubro, dia em que tivemos aqui em Salvador uma tempestade com mais de 12 horas de chuva contínua.

Todos esses dias, inclusive o feriadão, tenho sempre trabalhado um pouquinho na recuperação de uma vara New Pampo, da Black Bear. Hoje pela manhã conclui o trabalho e agora a tarde vou fazer um teste.

A motivação para recuperar essa vara foi antes de tudo sentimental. Até 2007 eu ainda usava essa vara pois acreditava, e acredito, que ela possui uma boa carga de bons fluidos. Foi com ela que alcancei meu recorde em pesca de praia, clique aqui para ver o post. Fora isso ela é leve apesar de ser de grafite com fibra de vidro, e tem um diâmetro no pé (butt cap) de 35 mm, fina o suficiente para caber em minhas esperas de 40 mm, levíssimas.

Fiz vários reparos nela para continuar usando-a pois devido ao tempo os passadores começaram a quebrar por ressecamento e eu ia substituindo por passadores de varas de bambu, (que tenhos vários), e que são leves. Também já tinha retirado o EVA e trocado o reelset, o fixador do molinete, por um Fuji, pois tinha quebrado. Clique nas imagens para ampliar.


Como fiz:

Primeiro retirei todos os passadores com um estilete, cortando os fios com cuidado para não ferir o corpo da vara. Depois de tudo retirado, pesei a bichinha: 580 gramas, mais ou menos 20 gramas, pois a balança a partir das 400 gramas tem esse erro,

Depois lixei com uma lixa d'agua 380, até retirada de todo o resto de cola e verniz antigo. Não me preocupei com as irregularidades e lixei mais nesses locais para que ficasse bem suave e não como "um buraco" na superfície.

Apliquei então primeira demão de tinta apenas nos locais das irregularidades. A tinta que tinha aqui em casa era um a sobra de um trabalho em um seminário. É uma tinta para isopor, mas o teste que fiz deu ótimo resultados. Comprei também por R$ 12,00 um verniz em spray para aplicar por sobre a tinta luminosa.

Depois de aplicada a tinta, fiz um lixamento com lixa nº 400 e apliquei então a segunda demão. Deixei secar por duas horas, lixei levemente novamente e apliquei a última demão. Após secar, apliquei duas demãos de verniz.

Iniciei então a colocação da ponteira e dos passadores. Os passadores vieram de duas vara em que coloquei passadores Low Rider, uma Killer e uma Coral, clique aqui para ver o post, inclusive com os detalhes de colocação dos passadores. Dois passadores adicionais e a ponteira, comprei com o Cleonil, na Conceição da Praia.

E está aqui o resultado. Nos encaixes usei fita isolante amarela e fiz o revestimanento com a resina epóxi (cola Scoth Mix).

Como pode ser notado, está preparada também para o uso com carretilhas.

Pesei cada seção separadamente e deu 890 grams. É pesada para meus parâmetros, mas possível de utilização como a vara "de fora", já que arremessa muito bem. E ficou bonita, com esse laranja tipo "cheguei".


~




Se você está vendo um único post, clique na figura abaixo para ir ao Blog Milpesca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.